“Os anjos obedecem a Deus; e no entanto, Deus obedeceu a São José.”1

Atualmente, é possível observar em nossa sociedade uma carência de homens íntegros, de profissionais honestos, de pais que são exemplos para os filhos, auxílio para as esposas. O grande questionamento que nos surge é: onde estão os homens viris, protetores, que se preciso dão a vida pela família, mas que são cavalheiros, dão flores para as mães, esposas, que possuem paciência para ensinar? Onde estão? Ainda existem?

Quando li um trecho da vida do Beato Pier Giorgio Frassati 2 refleti sobre os pontos elencados acima, afinal, ele viajava para longe, mas enviava cartões carinhosos para os seus familiares; quando ia às montanhas, trazia flores para enfeitar os oratórios de Nossa Senhora; quando praticava escaladas e via que um colega estava cansado, fazia de conta que estava amarrando os tênis para que todos parassem e o colega descansasse. Sem dúvida alguma, Pier Giorgio foi um belo exemplo de homem gentil.

No entanto, Pier Giorgio fora também um exemplo de virilidade. Quando ele estava na Universidade, na época do carnaval, havia, em um mural, diversos convites cheios de cores para baladas. Ele não temeu anunciar o Evangelho e, com seu grupo de amigos, colocou um convite de adoração em reparação a essas festas imorais no mesmo mural. Qual não foi a revolta de cerca de aproximadamente 100 jovens que tinham por intenção despedaçar o cartaz de Giorgio e seus amigos. O Beato se colocou com tranquilidade entre os jovens e o cartaz, no entanto, foram agredi-lo covardemente, ele se defendeu com pontapés e socos, de forma que não destruíssem o seu convite. Porém, não conseguiu evitar que o mesmo fosse destroçado. Da mesma forma, quando estava com uma bandeira católica e injustamente um policial quis arrancá-la de seu domínio o beato brigou com ele. Me pergunto se a atitude masculina, sobretudo dos cristãos, mediante uma onda de violência, a invasão do nosso lar ou qualquer outra situação que colocasse em risco a verdade do Santo Evangelho e a integridade de pessoas mais frágeis seria semelhante a do Beato Pier Giorgio ou seria como a dos holandeses que preferiram usar saias em protesto contra estupradores na Alemanha…3

São inúmeros exemplos na história de Igreja de homens que são considerados santos, justamente porque agiram de forma viril, tais como, os padres e leigos na Revolução mexicana4,5, os santos mártires6,7,8, e tantos outros que combateram aqueles que não permitiam a vivência da fé cristã. No entanto, nenhum desses homens é maior que o glorioso São José, pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Santa Teresa D’Ávilla comemorava piedosamente as festas litúrgicas de São José e dizia que “em particular as pessoas de oração deveriam ser-lhe afeiçoadas”9 . Eis aqui o ponto chave do ser homem de Deus. Como dito anteriormente, vivemos num tempo em que a presença masculina está muito ausente, a sociedade atual sente falta da força do homem. Mas não somente uma força física. Também, óbvio, mas sente falta da força de homens santos, que sabem cuidar das mulheres, que percebem a necessidade que elas possuem de ser protegidas. Talvez uma das consequências do feminismo seja essa: a mulher tornou-se tão independente que o homem não sabe mais o que fazer. Sem ter o que prover para a mulher o homem tem se embananado em suas práticas. Isso é tão verdadeiro em minha vida que eu pensava, há até pouco tempo atrás, que São José havia morrido antes da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo porque ele não iria aguentar ver o sofrimento do Senhor, ele iria chorar de ver seu Filho maltratado. Ora essa! Ele não iria aguentar mesmo… Todavia, ele não ficaria numa atitude passiva, choramingando! São José era homem forte, protetor, viril! Se estivesse presente nas ocasiões em que os algozes espancavam seu Divino Filho, certamente iria combater contra todos eles até que seu Filho fosse liberto, se precisasse, daria sua vida por Aquele que havia carregado em seu colo quando criança. Deus Pai sabia disso, por isso permitiu que São José morresse antes da Paixão de Nosso Senhor.

Interessante pensar que São José era o menor em um lar onde residia o Filho de Deus e a Santíssima Virgem Maria! Mesmo assim, ele era o chefe da Sagrada Família, aquele que obedeceu! Nosso Senhor Jesus Cristo era-lhe obediente10. São José, o justo, aquele que praticava todas as virtudes!11,12 São José trabalhador, pai de família, aquele que procurou um lugar adequado para o nascimento do Menino!13 Nós, homens, precisamos assumir a autoridade de um lar, não com arrogância, violência ou autoritarismo, mas na obediência e no amor a Deus, assim como São José o fez. Tanto é que o Arcanjo lhe apareceu em sonho para dizer que deveria pegar o Menino e a Virgem Maria e caminhar para o Egito, afinal, Herodes o queria matar14. O próprio Arcanjo de Deus sabia que São José era o chefe daquela família o mesmo se desse a notícia à Virgem Maria, ela iria ao encontro de São José comunicar-lhe que deveriam partir… Que bonito!

Outro belo exemplo de santidade, bondade e virilidade é o grande São João Bosco!15. Esse santo, a exemplo de São José, teve um sonho que o auxiliou em sua vida espiritual: Algumas crianças blasfemavam e falavam palavrões. São João Bosco aprendeu que não era com pancadas, mas com a bondade e o amor que iria conquistar aquelas crianças e elas se converteriam.16 Aqui retomo algo importante: precisamos ser pacientes, caridosos com todas as pessoas, sobretudo aquelas que erram querendo fazer o bem. Todavia, em algumas situações é necessário ser firme, valente, destemido com almas maliciosas. Em sua vida São João Bosco enfrentou situações com pessoas maliciosas, que não queriam que ele construísse os oratórios e as casas que acolhiam crianças pobres. Sofreu ofensas, tentativa de suborno, mas permaneceu inabalável na vontade de Deus. Ele não ficou na passividade quando o ameaçaram de morte, mas se preparou, como se fosse brigar com aqueles que erravam por maldade, que atrapalhavam a vida de pessoas inocentes.17

Todo homem é convidado ao sacrifício, a sair da passividade.18 O homem pré-histórico que saía para caçar não morreu… Ainda hoje é necessário que o homem vá à caça e se sacrifique pela sua esposa, por exemplo, e desligue a televisão para arrumar um encanamento, acompanhe-a ao supermercado para fazer as compras de casa. Mesmo que não sejamos pais, que ainda residamos com nosso pai e nossa mãe, precisamos ser bons filhos, cuidar das pessoas que residem conosco. Os sacrifícios são menores, talvez. Mas não deixam de ser necessários!

Duas situações simples que denotam o quanto é necessário que os jovens sejam homens: conheci dois rapazes que faziam artes marciais e a irmã deles chegava em casa à noite por conta do trabalho e, para tal, atravessava uma rua escura e perigosa, mas os seus irmãos, que lutavam até por questão de auto defesa não saiam de seus lugares para ir buscá-la… Era necessário que esses rapazes protegessem sua irmã, tivessem a iniciativa de guardá-la, não esperar que ela pedisse ajuda. Outro exemplo: uma vez estava na casa de alguns amigos assistindo um filme e logo no início do mesmo começaram a surgir cenas erotizadas, com palavreado vulgar… Hoje me questiono se devemos rir de piadinhas maliciosas ou permanecer em situações terríveis como essa19 agindo de forma passiva como eu fiz por algum período durante aquele filme. Obviamente, devemos romper com tudo o que nos afasta de Deus como aquele filme estava me afastando. Porém, fiquei na passividade. No entanto, um bom amigo que estava presente não se deixou levar pelo respeito humano, pegou o controle da televisão e parou o filme.

Essa é a postura que falta aos homens de hoje: a violência! Não digo uma violência tola de agredir quem discorde de nós… Não existem problemas em não concordar com ideias e atitudes alheias, desde que o fato de discordar não restrinja a liberdade do outro, como na revolução mexicana, já citada nesse artigo! Digo daquela violência própria de homens enamorados por Nosso Senhor Jesus Cristo! A violência contra o pecado, a violência contra aqueles que nos impedem de viver o Santo Evangelho. O verdadeiro homem cristão busca a santa pureza! Experimente conversar com jovens que estão na universidade ou mesmo no ensino médio… Geralmente há uma grande ofensa à santa pureza, falam de pornografia, de suas aventuras sexuais, usam de palavras baixas para se referirem às mulheres. Pensam eles que isso é “ser homem de verdade!”, mas não se dão conta que não conseguem controlar o próprio corpo, se deixam guiar pelos impulsos e não pela razão.20 Ser homem é viver a castidade, a santa pureza! Isso sim é ser homem! Quando um homem é puro, quando um homem é santo, toda a sua família o é. Basta olharmos os exemplos de São Luiz Martin, pai de Santa Teresinha21,22, o pai de Santa Maria Goretti23,24 e tantos outros… Homens de Deus são líderes espirituais! Se o pai reza, toda a família rezará. O problema é que algumas ideologias nos fazem pensar que é ruim existir as diferenças entre homens e mulheres18, mas não é assim. A sociedade atual, sobretudo as mulheres, sente falta das posturas masculinas, de homens que desbravam, que dão o primeiro passo, de homens firmes que corrijam os filhos e os protejam na mesma proporção. Corrigir é uma bela forma de amar!

Me impressiona, ainda, o fato de São José ser o chefe, o líder espiritual de uma Família na qual Nosso Senhor Jesus Cristo e Nossa Senhora residiam. Deus Pai sabia quem era São José, por isso o escolheu! Em nossos dias faz-se necessário recorrer ao auxílio desse grande pai, o Patrono da Santa Igreja e confiar que ele cuidará de tudo. Homens, eis o nosso melhor exemplo! Nossa Senhora precisa ser imitada por nós em suas virtudes, na sua obediência a Deus… Mas o nosso modelo, enquanto homens, é o castíssimo São José. Precisamos ser mais firmes em um simples aperto de mão, ou para carregar peso para as moças! Precisamos rezar, agir e ser homens como São José!25

O homem que não busca ser como São José, que não luta pela santa pureza, o homem que não se sacrifica ainda é semelhante a uma criança que precisa ser carregada no colo para se alimentar. Que Deus não permita que sejamos “meninões”, mas que, com o auxílio do Glorioso São José e da sempre Virgem Maria possamos trilhar os passos dos santos que passaram por esse mundo, vivendo com alegria a nossa vocação, seja ela matrimonial, sacerdotal ou religiosa! Homens, sejamos Soldados de Cristo! Façamos a nossa cruzada pela pureza, lutemos contra todo olhar malicioso. “Se eu tivesse que dar uma medalha de ouro a um general que ganhou uma guerra, ou para um jovem que vive a castidade, eu a daria para esse último”26

Fontes:

  1. O Glorioso São José, Prof. Felipe Aquino, p. 27, Cléofas, 1ª Edição (2008).
  2. Blog “Pier Giorgio Frassati – Brasil” – http://www.piergiorgio.com.br/ – https://www.facebook.com/230003313732309/photos/a.309038452495461.71466.230003313732309/985271471538819/?type=3&comment_id=1014131515319481&notif_t=comment_mention
  1. https://www.youtube.com/watch?v=ea0JFyzg8Pk – Jornalista diz: “europeus são afeminados e as mulheres estão em perigo”
  2. https://www.youtube.com/watch?v=-H_gXSgrMYs – Filme “Cristiada”
  3. http://cleofas.com.br/o-que-foi-a-cristiada/ – Editora Cléofas: “O que foi a Guerra Cristera?”
  4. Blog “A hora da Missa”: São Tarcísio Mártir http://www.ahoradamissa.com/doc_tarcisio.html
  1. Site “Canção Nova”: São Sebastião, defensor da Igreja http://santo.cancaonova.com/santo/sao-sebastiao-defensor-da-igreja/
  2. Site “Canção Nova”: São Maximiliano Maria Kolbe, mártir da caridade http://santo.cancaonova.com/santo/sao-maximiliano-maria-kolbe-martir-dacaridade/
  3. O Livro da Vida, Santa Teresa de Jesus, p.42, Paulus, 11ª Edição (2010).
  4. Lucas 2, 49-51.
  5. O Glorioso São José, Prof. Felipe Aquino, p. 11, Cléofas, 1ª Edição (2008): “São Jerônimo, doutor da Igreja, diz que: ‘José mereceu o nome de “Justo”, porque possuía de modo perfeito todas as virtudes’”.
  6. Mateus 1, 19.
  7. Lucas 2, 6-7.
  8. Mateus 2, 13-23.
  9. Site “Canção Nova”: São João Bosco, um homem voltado para o céu http://santo.cancaonova.com/santo/sao-joao-bosco-um-homem-voltado-para-oceu/
  10. Inspetoria Salesiana São Pio X: Dom Bosco I – Um sonho profético- Maio de 1825 http://www.dombosco.net/institucional/dom-bosco/
  11. https://www.youtube.com/watch?v=tDMOgt3dWtM – Filme de São João Bosco-(do minuto 58 ao 60).
  12. Blog “Bravus- Pela Hombridade”: Essência da masculinidade: o chamado ao sacrifício http://www.brav.us/?s=sacrif%C3%ADcio
  13. Blog “Homem Católico”: Por que rio do que desagrada a Deus? (Reflexões sobre Deadpool) http://www.homemcatolico.com.br/reflexoes-sobre-deadpool/
  14. Site “Padre Paulo Ricardo”: Curso- O mal da pornografia e masturbação https://padrepauloricardo.org/cursos/o-mal-da-pornografia-e-da-masturbacao
  15. Os pais de Santa Teresinham Frei Patrício Scianidi, ocd, Editora Canção Nova.
  16. Site do Vaticano: Luís Martin (1823-1894) e Zélia Guérin (1831-1877) http://www.vatican.va/news_services/liturgy/saints/2008/ns_lit_doc_20081019_martin-guerin_po.html
  17. https://www.youtube.com/watch?v=mxCCPL8V1_s – Filme “Maria Goretti”.
  18. Site “Canção Nova”: Santa Maria Goretti, virgem e mártir http://santo.cancaonova.com/santo/santa-maria-goretti-virgem-e-martir/
  19. Blog “Homem Católico”: São José, o modelo dos homens consagrados à Ssma. Virgem http://www.homemcatolico.com.br/sao-jose-o-modelo-dos-homens-, -consagrados-a-ssma-virgem
  20. O Brilho da Castidade, Monsenhor Tiamer Toth.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *