Posts

Vaticano: Melhor presente para os filhos é o amor dos pais

Francisco recorda importância da família em encontro com funcionários do Vaticano

Cidade do Vaticano, 21 dez 2015 (Ecclesia) – O Papa encontrou-se hoje com os funcionários do Vaticano e seus familiares, para a troca de votos natalícios, e disse aos participantes na audiência que o melhor presente para os filhos é o amor dos pais.

(Lusa)

(Lusa)

 

“Recordemo-nos de que o presente mais precioso para os filhos não são as coisas, mas o amor dos pais. E não me refiro apenas ao amor dos pais pelos filhos, mas ao amor dos pais entre si, a relação conjugal”, disse, perante centenas de pessoas reunidas na sala Paulo VI.

O Papa começou por dizer que estava adoentado, mas no final do encontro acabou por ficar de pé, a cumprimentar várias pessoas, durante cerca de 15 minutos.

Francisco pediu aos trabalhadores do Vaticano para não “descurarem” a família e agradeceu-lhes pelo seu empenho, “mesmo quando não existe reconhecimento” de outros.

O Papa afirmou que os pais têm de “brincar com as crianças” e tratar do seu matrimónio como se fosse “uma planta”, que exige atenção “todos os dias”.

A relação humana, acrescentou, está acima das coisas, pelo que é preciso “falar com os filhos, ouvi-los, perguntar-lhes o que pensam” para os ajudar a amadurecer.

Francisco sublinhou a importância da “misericórdia” nas relações quotidianas, pedindo depois que as famílias tenham uma particular atenção pelos avós.

“Não deixem os avós de lado, são muito importantes”, insistiu.

O Papa deixou ainda o seu tradicional conselho aos casais para que façam sempre as pazes, ao final do dia, evitando que as discussões se transformem numa “guerra fria”.

Nesse contexto, o Papa espera que o Jubileu da Misericórdia seja vivido “também na igreja doméstica”, as famílias, e não só em “grandes eventos”.

“Quero desejar-vos isto: que experimenteis a alegria da misericórdia, a começar pela vossa família”, prosseguiu.

O encontro concluiu-se com os votos de Bom Natal para todos os presentes e suas famílias.

OC